Funcionário da ONU morre e mulher é sequestrada no Afeganistão, diz polícia

Kabul, 22 jan (EFE).- Um membro da missão da ONU morreu e uma funcionária do órgão foi sequestrada após sofrerem um ataque quando viajavam de carro na capital do Afeganistão, informou nesta segunda-feira a polícia de Kabul, versão não confirmada pela própria missão das Nações Unidas no país (Unama).

O incidente aconteceu por volta das 6h10 (horário local, 23h40 de domingo em Brasília), na área de Khair-Khana, no norte da capital, declarou à Agência Efe o porta-voz da polícia de Kabul, Basir Mujahid, ao apontar que o motorista do veículo está desaparecido.

"Estamos investigando o caso em colaboração com uma delegação da ONU para esclarecer se o motorista está envolvido ou se também foi sequestrado com a mulher", explicou Mujahid, que detalhou que todos os envolvidos são afegãos.

Segundo o porta-voz policial, o corpo do funcionário da ONU foi encontrado no interior do veículo da Unama em uma rua pouco movimentada da capital.

Além disso, outro carro, supostamente dos sequestradores, também foi achado nas proximidades do local do incidente com pertences da trabalhadora da ONU sequestrada, informou Mujahid.

A Unama se recusou a fazer comentários a respeito, em linha com sua política neste tipo de casos.

Em 2015, uma funcionária afegã da ONU foi assassinada a tiros na província de Kandahar quando se dirigia ao trabalho.

Os sequestros de funcionários de organizações internacionais são comuns no Afeganistão, em muitas ocasiões com o objetivo de obter um resgate ou forçar trocas por insurgentes.

Há um ano, um colaborador espanhol da Cruz Vermelha foi libertado após permanecer quase um mês sequestrado na província de Kunduz, no norte do país, sem que os detalhes da sua captura fossem revelados.

Em agosto de 2016, os talibãs sequestraram também em Kabul um professor americano e outro australiano da Universidade Americana do Afeganistão, e para a sua libertação os insurgentes exigiram dos Estados Unidos uma troca por prisioneiros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos