Polícia italiana detém 56 mafiosos por extorquir centros de imigrantes

Roma, 22 jan (EFE).- Pelo menos 56 supostos mafiosos foram detidos nesta segunda-feira na ilha da Sicília, no sul da Itália, por extorquir centros para imigrantes, entre outros vários crimes como fraude e tráfico de entorpecentes, informou a polícia italiana.

A operação, que se centrou na província de Agrigento e mobilizou 400 agentes policiais, começou na primeira hora da madrugada por ordem da procuradoria de Palermo e nela foram detidos 56 membros da Cosa Nostra, entre eles "chefes" e "soldados".

As autoridades desferiram assim um duro golpe em 16 clãs da máfia siciliana, que permitiu desarticular os "distritos mafiosos" de Santa Elisabetta e Sciacca e representou a detenção de relevantes "capos" de Caltanissetta, Palermo, Ragusa e Catania.

Os suspeitos são acusados de crimes como associação mafiosa, extorsão, fraude, tráfico de entorpecentes e compra de votos, entre outros.

A investigação permitiu confirmar os "estreitos vínculos" no "próspero" tráfico de drogas entre os clãs sicilianos e os da 'Ndrnagheta, a máfia da Calábria, considerada a mais ativa e potente da Itália na atualidade.

Além disso, as distintas organizações criminosas exigiam o pagamento do "pizzo", o imposto mafioso, às cooperativas que se encarregam de tramitar os centros nos quais são acolhidos os imigrantes e os solicitantes de asilo na Itália.

Entre os detidos está o prefeito de San Biagio Platani, Santino Sabella, eleito nos pleitos de novembro do ano passado e acusado de ter concordado a candidatura com os chefes mafiosos da sua cidade e de ter pressionado para atribuir-lhes obras públicas.

Também foi preso Francesco Fragapane, de 37 anos, filho do histórico expoente da Cosa Nostra, Salvatore Fragapane, condenado à prisão perpétua por seus múltiplos crimes e encarcerado em regime de isolamento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos