Rebeldes sírios apoiados pela Turquia dizem que tomaram 4 povoados em Afrin

Beirute, 22 jan (EFE).- As facções rebeldes sírias e suas aliadas, as forças armadas da Turquia, tomaram nesta segunda-feira o controle de quatro povoados no norte do enclave curdo-sírio de Afrin, no noroeste do país árabe, afirmou o comandante da Divisão Sultan Murad, o coronel Ahmad Ozman.

Em declarações telefônicas à Agência Efe, Ozman explicou que os insurgentes sírios e o exército turco avançaram no começo da manhã e conseguiram o domínio das localidades de Sheikh, Basi, Marsu e Haftar, assim como do monte de Sheikh Haruz, no norte e noroeste de Afrin.

Desde o sábado, Afrin, situado no noroeste da província de Aleppo e controlado por milícias curdas, é alvo de uma ofensiva das forças armadas turcas, que têm o apoio de facções do opositor Exército Livre Sírio (ELS).

O coronel Ozman, cujo grupo, integrado sobretudo por combatentes turcomanos (uma minoria que fala turco), faz parte do ELS, explicou que 5.000 guerrilheiros de facções opositoras sírias participam da ofensiva, "embora espera-se que no futuro sejam mais".

O jornal turco "Hürriyet" informou hoje que soldados turcos, junto com milícias aliadas do ELS, avançaram quase oito quilômetros em Afrin, onde, segundo afirmou, controlam 11 povoados.

A operação pretende expulsar as milícias curdo-sírias Unidades de Proteção do Povo (YPG) desse enclave e estabelecer uma área de segurança de 30 quilômetros de extensão a partir da fronteira turca.

Ancara considera as YPG, que controlam Afrin, uma organização terrorista e uma mera filial do grupo armado ativo em solo turco Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos