Senado dos EUA aprova proposta orçamentária para desbloquear governo

Washington, 22 jan (EFE).- O Senado dos Estados Unidos aprovou nesta segunda-feira uma proposta orçamentária para pôr fim à paralisação do governo federal, de modo que as atividades regulares possam ser retomadas assim que ela receber o respaldo da Câmara dos Representantes.

Com apoio da maioria dos democratas, o Senado aprovou o texto que dará financiamento à administração Donald Trump até 8 de fevereiro, até quando ela espera ter alcançado um acordo integral para 2018.

O consentimento dos democratas foi dado após o líder da maioria republicana no Senado, Mitch McConnell, prometer permitir que um projeto de lei de imigração seja submetido a votação no próximo mês.

O líder da minoria democrata no Senado, Chuck Schumer, disse que McConnell se comprometeu a considerar uma legislação sobre os "sonhadores", jovens imigrantes que chegaram aos EUA quando crianças, caso não haja acordo até o dia 8 de fevereiro.

Os democratas impediram na sexta-feira a aprovação do orçamento para pressionar os republicanos a regularizar a situação dos "sonhadores", sem proteção desde que o presidente Donald Trump suspendeu um programa para proteger esses jovens da deportação.

Trump comemorou o acordo, mas alertou que só aceitará um acordo migratório do Congresso se ele for "bom para o país".

Sobre as negociações das próximas semanas, os republicanos exigem que os democratas incluam no novo acordo orçamentário recursos para a construção do muro na fronteira com o México.

Por outro lado, os democratas, além da cidadania para os "sonhadores", também exigem que o orçamento aborde assuntos críticos para o partido, como a crise de opioides que afeta o país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos