Alerta de tsunami no Pacífico após tremor de 7,9 graus no Alasca é cancelado

Washington, 23 jan (EFE).- O Centro Geológico dos Estados Unidos (USGS) cancelou nesta terça-feira o alerta de tsunami emitido há algumas horas após um terremoto de 7,9 graus de magnitude na escala de Richter ocorrido na ilha de Kodiak, no Alasca.

O alerta foi cancelado dado que "a informação e análise adicional definiram melhor a ameaça", informou o Centro Nacional de Alertas de Tsunami do Alasca.

O órgão indicou que foram registradas ondas de menos de um pé (33 centímetros) como consequência do terremoto.

O USGS, que primeiro calculou a magnitude do tremor em 8,2 graus, revisou posteriormente o número para 7,9 graus.

O terremoto aconteceu à 0h31 (horário local, 7h31 em Brasília) e o seu epicentro foi localizado 278 quilômetros ao sudeste da cidade de Kodiak, na ilha de mesmo nome, e a apenas 10 quilômetros de profundidade.

O forte tremor motivou um alerta de tsunami para a costa do Alasca, bem como para a costa canadense do Pacífico.

As autoridades pediram às pessoas que se encontram nas áreas afetadas pelo alerta que busquem áreas elevadas e se afastem da costa, onde poderiam ocorrer inundações acompanhadas de fortes correntes, que são de risco para botes e barcos.

Kodiak, uma ilha com cerca de 6 mil habitantes, se encontra 640 quilômetros ao sudoeste de Anchorage, a principal cidade do Alasca. EFE

afs/cs

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos