Trump diz não estar preocupado com reunião de Sessions com promotor especial

Washington, 23 jan (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira que não está preocupado com o fato de o promotor especial Robert Mueller ter interrogado na semana passada o procurador-geral do país, Jeff Sessions, o primeiro membro do governo a ser ouvido pelos investigadores no caso que investiga a interferência da Rússia nas eleições americanas.

"Não estou nada preocupado", afirmou Trump durante uma breve entrevista na Casa Branca após assinar um projeto de lei que criou impostos de importação sobre placas e células solares.

Um porta-voz do Departamento de Justiça confirmou hoje à Agência Efe que Sessions foi ouvido por Muller, que investiga os possíveis laços de membros da campanha do presidente e do governo da Rússia. As agências de inteligência dos EUA acusam o Kremlin de interferir nas eleições presidenciais de novembro de 2016, vencidas por Trump.

Essa é a primeira vez que um encontro entre Mueller e um membro do governo de Trump é confirmado.

Sessions, senador pelo Alabama por 20 anos, foi um dos primeiros parlamentares a apoiar Trump durante a campanha para as eleições de 2016. E se tornou em um dos assessores mais próximos do então candidato em temas de imigração e política externa.

O agora procurador-geral teve que se declarar impedido de atuar no caso da interferência do Kremlin depois da revelação de que escondeu do Senado encontros durante a campanha com o então embaixador russo nos EUA, Sergey Kislyak.

A investigação russa já gerou acusações contra quatro pessoas relacionadas a Trump: o ex-assessor de segurança na Casa Branca Michael Flynn, o ex-chefe de campanha Paul Manafort, e os ex-assessores Rick Gates e George Papadopoulos.

Na última semana, o advogado Ty Cobb, que defende Trump, afirmou que o presidente está muito ansioso para ser ouvido por Mueller para colocar um "ponto final no assunto".

Cobb também confirmou que houve conversas entre a equipe do promotor e a Casa Branca sobre uma possível reunião.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos