Morales expressa apoio a Lula e diz que ex-presidente é vítima de conspiração

La Paz, 24 jan (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, expressou nesta quarta-feira apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado hoje em segunda instância a 12 anos e um mês de prisão pelo caso sobre o tríplex no Guarujá, em São Paulo.

"O irmão Lula da Silva é vítima de uma conspiração que procura impedir que ele seja candidato e vença as eleições com o apoio do povo ao qual dedicou toda a vida. Força, irmão Lula", escreveu o presidente boliviano em sua conta oficial no Twitter.

Morales afirmou que ainda restam muitas batalhas para lutar.

"A sua verdade triunfará. Os operários, os trabalhadores e os povos anti-imperialistas estão contigo", completou o Morales, usando a hashtag #LulaInocente.

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) confirmou nesta quarta-feira a condenação em primeira instância por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá, no litoral de São Paulo.

Os três desembargadores do TRF4 decidiram elevar a pena do ex-presidente para 12 anos e um mês de prisão, contra os nove anos e seis meses decretados pelo juiz Sergio Moro.

A decisão abre a possibilidade que uma possível candidatura à presidência de Lula, líder de todas as pesquisas de intenção de voto, seja impugnada. A Lei da Ficha Limpa não permite que condenados em segunda instância disputem eleições no país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos