Damasco garante que frustrou ofensiva do Estado Islâmico no nordeste da Síria

Beirute, 25 jan (EFE).- O exército da Síria frustrou nesta quinta-feira uma ofensiva do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) contra suas posições na província nordeste de Deir ez Zor e provocou a morte de 25 radicais, informou a agência de notícias oficial da Síria, "Sana".

A fonte destacou que unidades militares abortaram a ofensiva do EI contra posições militares nas regiões de Al Kishma e Al Garbia, no sudeste de Deir ez Zor, que faz fronteira com o Iraque.

Além de abaterem 25 extremistas, os soldados destruíram armas e munição do EI durante os combates.

Anteriormente, o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH) tinha informado que o EI empreendeu hoje uma ofensiva ao longo de uma área de 32 quilômetros contra posições das tropas leais ao presidente sírio Bashar al Assad no leste de Deir ez Zor.

Segundo esta fonte, pelo menos 18 efetivos das forças governamentais da Síria, entre os quais há estrangeiros, e 15 integrantes do EI morreram nos enfrentamentos.

No passado, Deir ez Zor foi um dos redutos mais importantes do EI na Síria junto à província de Al Raqqa, mas os jihadistas perderam nos últimos meses a maior parte de seus domínios na região para milícias curdas e seus aliados, e também para tropas governamentais sírias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos