Número de mortos em incêndio em hospital sul-coreano é corrigido para 37

Seul, 26 jan (EFE).- O incêndio que afetou um hospital da cidade sul-coreana de Milyang causou 37 mortos e 131 feridos, 18 deles em estado grave, segundo informou o Governo de Seul.

O número de mortos foi corrigido de 41 para 37 por um erro na contagem anterior, de acordo com os dados divulgados á agência "Yonhap" por um porta-voz do Ministério da Saúde, que acrescentou que ainda se desconhece a origem do fogo.

As chamas teriam começado na sala de emergência do primeiro andar do prédio principal do Hospital Sejong, por volta das 7h30 (horário local, 20h30 de Brasília, na quinta-feira), detalhou a polícia local.

Os bombeiros demoraram cerca de 3 horas para apagar o fogo, que começou quando aproximadamente 180 pessoas estavam no edifício.

Mais de 200 pessoas, na sua maioria pacientes que estavam no prédio no momento do incêndio, e internos de um asilo de idosos próximo, foram levadas para várias unidades médicas próximas.

A polícia sul-coreana informou que fará uma investigação para determinar as causas do incidente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos