Trump diz que "sonhadores" deveriam "poder ficar" nos EUA

Nova York, 26 jan (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse acreditar que os imigrantes conhecidos como "sonhadores" são "boa gente" e "deveriam poder ficar no país".

Os "sonhadores" são menores que entraram nos EUA acompanhando seus pais imigrantes ilegais, e o programa de Ação Diferida para os Chegados na Infância (DACA), que beneficia cerca de 690 mil pessoas, os protege provisoriamente de serem deportados.

"Vamos resolver o problema do DACA", afirmou Trump em uma entrevista em Davos divulgada nesta sexta-feira pela rede "CNBC", da qual adiantou ontem alguns comentários.

"São gente boa", afirmou Trump ao se referir aos "sonhadores". "São pessoas que deveriam poder ficar neste país", acrescentou o presidente americano.

As declarações vêm a público um dia depois de ser revelado que Trump propôs ao Congresso uma reforma que permita a obtenção da cidadania americana a 1,8 milhão de imigrantes ilegais em troca de financiamento especial para reforçar a fronteira com o México.

Entre essas 1,8 milhão de pessoas que poderiam ser beneficiadas estão os 690 mil jovens acolhidos pelo DACA, cuja vigência expira em março, segundo ordenou Trump.

O resto são pessoas que entraram no país nas mesmas condições, mas nunca se inscreveram neste programa.

Para resolver este assunto, Trump está pedindo ao Congresso US$ 25 bilhões para construir o muro fronteiriço com o México, obra que o presidente promete desde o dia em que lançou sua campanha eleitoral, em 16 de junho de 2015.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos