Colégios eleitorais da R. Tcheca abrem para 2° dia das eleições presidenciais

Praga, 27 jan (EFE).- O segundo e decisivo turno das eleições presidenciais na República Tcheca se encerra neste sábado, para a escolha entre o atual presidente, ex-líder social-democrata Milos Zeman, e o acadêmico independente Jiri Drahos.

Os 14.866 colégios eleitorais abriram hoje, às 9h (horário local, 5h de Brasília) e permanecerão funcionando até às 15h (horario local, 11h de Brasília), quando terá início a apuração.

Dois rivais muito diferentes disputam a presidência da República Tcheca, membro da União Europeia (UE) desde 2004 e da OTAN desde 1999.

Por um lado está Zeman, um ex-primeiro-ministro social democrata que evoluiu desde um europeísmo moderado para um euroceticismo aberto.

Do outro lado está Drahos, um acadêmico sem experiência ou afiliação política, que defende fazer de seu país um "parceiro orgulhoso e equilibrado" na UE e na OTAN.

As eleições na República Tcheca, tantos presidenciais, legislativas como regionais, acontecem em dois dias e são realizadas na sexta-feira e sábado.

Ontem, no primeiro dia de votações, não foram registrados incidentes e compareceram às urnas a metade do censo eleitoral de 8,3 milhões, segundo os comissários das mesas eleitorais.

Tanto Zeman como Drahos votaram ontem e as últimas pesquisas presidenciais revelam um empate técnico entre os dois candidatos.

Os primeiros resultados preliminares oficiais serão conhecidos hoje à tarde.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos