Nível do rio Sena começa a baixar em Paris, mas região continua em alerta

Paris, 30 jan (EFE).- O nível do rio Sena começou nesta terça-feira a baixar em sua passagem por Paris, em comparação à máxima registrada na última noite, embora a situação continue sendo preocupante nas localidades vizinhas, que se mantêm em alerta.

O Vigicrues, o órgão encarregado de monitorar o fluxo fluvial na França, apontou que o rio registrou em seu trecho na capital um nível de 5,74 metros, 11 centímetros abaixo do pico deste período de enchentes.

A queda do nível, que ao que tudo indica deve ser acentuada, não será constante, já que a previsão é de chuva para os próximos dias, e por isso o rio pode voltar a encher, embora a não se espere que chegue ao máximo registrado na última madrugada.

A situação mais preocupante é a da bacia baixa do rio, os chamados meandros do Sena, onde o fluxo abundante do afluente rio Oise está elevando os registros a níveis superiores aos das inundações de 2016, quando duas pessoas morreram na região de Paris.

Nos municípios dos arredores da capital francesa, o rio supera em 30 centímetros os registros de dois anos atrás e, dada a maré alta, pode transbordar em localidades próximas à foz.

Na bacia alta, as chuvas esperadas para os próximos dias alimentarão o rio Marne, outro afluente do Sena, o que pode fazer com que a cheia atinja os níveis registrados no último fim de semana, quando bairros inteiros ficaram totalmente inundados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos