Trump defende modernização e reconstrução do arsenal nuclear dos EUA

Washington, 30 jan (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, defendeu nesta terça-feira a modernização e a reconstrução do arsenal nuclear americano durante seu primeiro discurso sobre o Estado da União no Congresso.

"Como parte da nossa defesa, devemos modernizar e reconstruir nosso arsenal nuclear, com a esperança de nunca tenhamos que usá-lo, mas tornando-o tão forte e poderoso que seja capaz de dissuadir qualquer ato de agressão", disse o presidente.

"Talvez, em algum dia no futuro, haja um momento mágico em que os países do mundo se juntem para eliminar suas armas nucleares. Infelizmente, ainda não chegamos nesse ponto", completou.

No início do ano, a emissora "CNN" revelou que o Pentágono prepara um plano para modernizar o arsenal nuclear americano por causa da ameaça do regime da Coreia do Norte.

O projeto implicaria um investimento de US$ 1 trilhão nas próximas três décadas, de acordo com a "CNN".

No Congresso, Trump também alertou que os mísseis da Coreia do Norte podem ameaçar "muito em breve" o território americano e que ele responderá ao regime de Kim Jong-un com "pressão máxima", e não com "complacência".

"As experiências passadas mostram que a complacência e as concessões só incitam a agressão e a provocação. Não repetirei os erros dos governos anteriores que nos levaram a essa perigosa situação", disse Trump.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos