Juíza concede liberdade sob pagamento de fiança a ex-presidente panamenho

Miami, 13 fev (EFE).- A juíza americana Marcia G. Cooke concedeu nesta terça-feira a liberdade sob pagamento de fiança ao ex-presidente panamenho Ricardo Martinelli, cuja extradição foi autorizada no ano passado.

A magistrada afirmou que Martinelli deverá pagar US$ 1 milhão em dinheiro para sair de um centro de detenção federal de Miami, o que depende agora de trâmites administrativos.

Martinelli, que será monitorado eletronicamente, deverá entregar todos os passaportes e outros documentos de viagem e apresentar-se uma vez por semana ao sistema de cortes.

A extradição de Martinelli, que é pedida pelo Panamá por crimes relacionados a um caso de escutas ilegais durante a sua presidência (2009-2014), foi confirmada por Cooke em janeiro.

A juíza, no entanto, concedeu hoje a liberdade sob pagamento de fiança de Martinelli, que estave detido desde o dia 12 de junho de 2017.

Os advogados do ex-mandatário tinham solicitado a liberdade do cliente mediante o pagamento de fiança em várias ocasiões, a última delas em 26 de janeiro deste ano passado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos