Papa divulga documento que obriga renúncia de bispos aos 75 anos

Cidade do Vaticano, 15 fev (EFE).- O papa Francisco emitiu um "motu proprio", com o qual estabelece oficialmente a obrigação dos bispos e outros funcionários da Cúria a apresentar a renúncia ao completar 75 anos e a possibilidade de o pontífice de prorrogar ou não a posição no cargo.

O "motu proprio", com data 12 de fevereiro e publicado nesta quinta-feira, reúne as recomendações do Conselho de Cardeais que auxiliam o papa na reforma da Cúria Romana e que já tinham sido aprovadas por Francisco em novembro de 2014, para assim integrá-las à legislação canônica. O papa estabelece que quando padres, bispos e titulares de cargos especiais completarem 75 anos serão "convidados a apresentar seu ofício pastoral ao Sumo Pontífice".

Francisco destacou que a saída deve ter o aval do papa, que a avaliará a situação, conforme as circunstâncias concretas.

No documento, Francisco pede que os bispos se preparem para deixar o cargo, pensando em novos projetos de vida marcados "pela austeridade, a humildade, a oração, tempo dedicado à leitura e disponibilidade para serviços pastorais".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos