Polícia detém 2 acusados de terrorismo em aeroporto de Amsterdam

Haia, 16 fev (EFE).- A gendarmaria holandesa deteve nesta sexta-feira dois homens acusados de terrorismo jihadista, ambos de 29 anos, quando aterrissaram no aeroporto de Schiphol, em Amsterdam, após serem deportados da Turquia, segundo informou a corporação.

Ambos os detidos, Saad C e Hussain Z., que residem oficialmente em Roterdã, têm um processo penal aberto na Holanda desde o ano passado e tinham prestado depoimento à revelia pela suposta participação na luta armada do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) na Síria.

Os supostos extremistas tinham comparecido previamente ao consulado holandês em Istambul e expressaram o desejo de voltar à Holanda, mas ainda não se sabe se reconheceram o envolvimento em atividades terroristas, informou a gendarmaria holandesa em comunicado.

A polícia turca os deportou nesta manhã para Amsterdam e a gendarmaria os escoltou durante o voo até detê-los imediatamente ao aterrissar em solo holandês.

Há outra pessoa incluída no mesmo caso que, segundo a promotoria holandesa, foi detida no início do ano passado em Barcelona e extraditada à Holanda meses depois a pedido das autoridades holandesas. Os três teriam viajado à Síria em 2015 para se unirem ao EI, segundo explica o comunicado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos