Sobe para 13 o número de mortos em queda de helicóptero no sul do México

Cidade do México, 17 fev (EFE).- As autoridades do México aumentaram neste sábado para 13 o número de mortos no acidente envolvendo o helicóptero que levava o secretário de Governo do país, Alfonso Navarrete, e o governador de Oaxaca, Alejandro Murat, que escaparam ilesos.

Ao atualizar o balanço de vítimas do acidente registrado ontem à noite, o Ministério Público de Oaxaca indicou em comunicado que "13 pessoas morreram", uma delas no hospital, e que outras "15 pessoas sofreram ferimentos e foram atendidas".

O helicóptero da Força Aérea Mexicana caiu na noite de sexta-feira pouco antes de aterrissar.

O ministro e o governador viajavam para a cidade de Jamiltepec para fazer uma avaliação dos danos causados pelo terremoto de magnitude 7,2 que sacudiu ontem as regiões central e sul do país.

A aeronave, que transferia as autoridades, pessoal militar e de defesa civil, caiu em uma região na qual havia muitos veículos e atingiu vários deles, relatou na noite de sexta-feira o próprio secretário de Governo.

No total, 12 pessoas, entre elas três menores de idade, morreram no local do acidente e outra morreu depois no hospital de Jamiltepec, informou hoje o Ministério Público estadual.

Autoridades do estado de Oaxaca e funcionários federais chegaram ao local do acidente para proceder com a recuperação dos corpos e a identificação das vítimas, acrescentou o MP.

Navarrete viajou para Oaxaca depois do terremoto de sexta-feira para fazer uma avaliação dos danos. O tremor de magnitude 7,2 não deixou vítimas mortais, mas provocou danos menores em várias comunidades deste estado do sul do México.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos