Homem armado mata cinco pessoas no sul da Rússia

Moscou, 18 fev (EFE).- Pelo menos cinco pessoas morreram e outras três ficaram feridas em um ataque realizado por um homem armado - posteriormente morto - no Daguestão, sul da Rússia, que ocorreu nas imediações de uma igreja, informou neste domingo o Ministério do Interior dessa República da Rússia.

"Em 18 de fevereiro na cidade de Kizliar um desconhecido causou ferimentos mortais em quatro mulheres disparando com uma arma", disse um porta-voz desse departamento, que acrescentou que no ataque foram feridos também uma mulher, um policial e um membro da Guarda Nacional russa.

Minutos mais tarde, um porta-voz de saúde, que cifrou em cinco as pessoas hospitalizadas após o tiroteio, informou sobre a morte de outra mulher ferida no ataque.

O estado de outros dois pacientes, acrescentou a fonte, continua sendo "grave".

Os investigadores russos identificaram o agressor, morto pelas forças de segurança em um tiroteio, que era um homem de 22 anos, oriundo do Daguestão.

Segundo algumas informações, o homem chegou ao local do ataque acompanhado por sua companheira, que no entanto deixou o local quando começaram os disparos.

O pároco da igreja cujos fiéis morreram no ataque relatou ao portal "RBC" que o fato aconteceu depois de uma missa, "quando o povo começou a sair".

"Logo após escutar os disparos, fomos a fechar as portas para que (o agressor) não pudesse entrar. Portava uma arma e uma faca", disse o padre.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos