Guterres se diz "preocupado" com situação da Venezuela

Lisboa, 19 fev (EFE).- O secretário-geral da ONU, António Guterres, afirmou nesta segunda-feira que a situação da Venezuela é um "grande fator de preocupação" e lamentou que não parece ser possível conseguir uma solução a curto prazo.

"Nos preocupa muito que não haja acordo político na Venezuela e que a situação não tenha um horizonte de solução a curto prazo", disse durante uma entrevista coletiva realizada na Universidade de Lisboa, após a cerimônia na qual lhe foi atribuído o título de doutor honoris causa desta instituição.

Guterres lembrou que nos últimos meses houve um "aumento significativo" de venezuelanos que emigraram à Colômbia, a quem a ONU está apoiando em matéria de ajuda humanitária.

"Estamos colaborando nas Nações Unidas com a Colômbia na ajuda humanitária a essas pessoas, mas é um grande fator de preocupação", afirmou.

Diariamente 37 mil venezuelanos cruzam a fronteira com a Colômbia em busca de um futuro melhor e para buscar comida e remédios.

Segundo os últimos dados oficiais, há 550 mil venezuelanos instalados de maneira indefinida na Colômbia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos