PUBLICIDADE
Topo

Filha de Trump desembarca na Coreia do Sul para encerramento das Olimpíadas

23/02/2018 06h05

Seul, 23 fev (EFE).- Ivanka Trump, filha e assessora do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chegou nesta sexta-feira à Coreia do Sul para assistir a cerimônia de encerramento dos Jogos de Inverno de PyeongChang, em uma viagem que despertou grande expectativa já que no evento também estará presente uma delegação norte-coreana.

O avião em que Ivanka viajou a partir de Washington, um voo comercial da companhia aérea Korean Air, aterrissou por volta das 16h (horário local, 4h de Brasília) no Aeroporto Internacional de Incheon.

Ivanka, que lidera a delegação de alto nível americana convidada para o encerramento dos Jogos de Inverno, apareceu sorridente diante das câmaras ao entrar no terminal e poucos minutos depois e afirmou que sua visita tem como objetivo consolidar a "sólida e duradoura aliança" que seu país mantém com a Coreia do Sul.

A filha do presidente americano e o resto do grupo, que incluem a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, e o general Vincent Brooks, comandante-chefe das Forças Armadas dos EUA implantadas na Coreia do Sul, devem jantar hoje com o presidente sul-coreano, Moon Jae-in.

O cardápio será de comida coreana "kosher" (Ivanka se converteu ao judaísmo após se casar com Jared Kushner) e um concerto em um dos edifícios tradicionais localizado no complexo da Casa Azul (sede da presidência sul-coreana).

O governo de Moon fez uma ótima recepção para Ivanka, tendo em conta seu peso na Casa Branca e para equipará-lo ao reservado para a irmã do líder norte-coreano Kim Jong-un quando esteve na Coreia do Sul há duas semanas.

Seul considera que esta viagem é importante para melhorar a vontade de Washington de retomar o diálogo com a Coreia do Norte.

A viagem também gera expectativas, porque Ivanka estará no camarote durante o encerramento dos Jogos com a delegação norte-coreana, liderada pelo general Kim Yong-chol, que chegará à Coreia do Sul no próximo domingo.