PUBLICIDADE
Topo

Ataques deixam 9 mortos em reduto opositor nos arredores de Damasco

26/02/2018 06h59

Beirute, 26 fev (EFE).- Pelo menos nove pessoas, entre elas três menores e uma mulher, morreram na última madrugada em decorrência dos bombardeios contra Duma, a maior cidade da região de Ghouta Oriental, principal reduto opositor dos arredores de Damasco, denunciaram ativistas nesta segunda-feira.

Um porta-voz da Defesa Civil Síria, Mahmoud Adam, cujo grupo efetua trabalhos de resgate em áreas fora do controle do governo, disse à Agência Efe por telefone que o ataque foi realizado por aviões russos.

Por sua vez, o Observatório Sírio de Direitos Humanos confirmou o bombardeio e lembrou que Duma é o principal reduto da facção islamita Exército do Islã.

Outro civil morreu hoje por disparos de projéteis do tipo terra-terra na cidade de Harasta, indicou o Observatório, que acrescentou que também houve bombardeios de aviões de origem desconhecida contra a cidade de Al Shifunía, que foi, além disso, alvo do lançamento de projéteis.

Nas últimas horas ocorreram bombardeios em outras partes de Ghouta Oriental, como a cidade de Al Neshabia e os arredores da região de Al March, que ontem foi palco de combates entre o Exército do Islã e as forças governamentais sírias.

Há uma semana Ghouta Oriental vive uma escalada dos ataques por parte da aviação síria e russa e da artilharia governamental, que causaram centenas de mortos e feridos.

Há dois dias o Conselho de Segurança da ONU aprovou uma resolução na qual pede uma trégua de 30 dias na Síria, sem que, por enquanto, isso tenha provocado uma redução das hostilidades.