Itália enfrenta nevascas e onda de frio com temperaturas de -20ºC

Em Roma

A Itália foi castigada por uma onda de frio siberiano que levou intensas nevascas a cidades como Roma e Nápoles, provocando grandes problemas nos transportes e o fechamento de escolas, ao mesmo tempo que deixou paisagens espetaculares como na capital, com os conhecidos monumentos cobertos de neve.

A onda de frio siberiano, que foi chamada de Burian, chegou no domingo à Itália provocando copiosas nevascas no norte e um frio intenso que chegou até 20 graus abaixo de zero em algumas localidades e hoje alcançou o centro do país e Roma, onde não nevava com tanta intensidade desde 2012.

Uma copiosa nevasca caiu durante mais de oito horas em Roma e foram acumulados vários centímetros de neve, o que provocou problemas na circulação urbana e também das ferrovias, que registraram atrasos de várias horas e alguns cancelamentos.

Também ocorreram enormes atrasos nos aeroportos romanos de Fiumicino e Ciampino, locais que tiveram que fechar as pistas de pouso e decolagem por algumas horas para retirar a neve.

Leia também

Enquanto isso, também registraram cancelamentos voos com destino a Roma desde outros aeroportos do país.

Segundo a sociedade Aeroportos de Roma, a situação está voltando à normalidade.

A rede metropolitana de Roma permanece aberta, mas a circulação de ônibus de transporte público foi reduzida e só circulam aqueles com rodas de inverno.

Apesar das dificuldades do tráfego, os romanos e turistas estão desfrutando da incomum nevasca e da beleza dos monumentos da capital como o Coliseu e a praça de São Pedro, cobertos totalmente de branco.

Roma registra primeira queda de neve em seis anos

Devido à neve, tanto o Coliseu, como as áreas arqueológicas do Fórum Romano, entre outros monumentos, foram fechados hoje ao público devido à periculosidade.

Durante a manhã, ocorreu uma reunião do comitê operativo da Proteção Civil para seguir a situação em Roma perante a onda de frio que pode durar pelo menos 36 horas e foi mobilizado o Exército para limpar ruas e estradas.

Os colégios e universidades de Roma, bem como muitos escritórios públicos, permaneceram fechados.

Os bombeiros tiveram que intervir pela queda de árvores que bloquearam algumas estradas da cidade.

Além de Roma, a onda de frio afetou também a região de Campania e a capital, Nápoles, que amanheceu com neve e o aeroporto de Capodicchino segue fechado, como s colégios de muitas cidades.

Também a região de Abruzos está sendo afetada pela onda de frio que chegou inclusive até o litoral e nevou em Pescara e outras cidades próximas ao mar Adriático, o que provocou o fechamento do único aeroporto da região.

A neve caiu também em Perugia, Terni e Cascia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos