PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Jean-Marie Le Pen desiste de batalha contra a filha no congresso da FN

26/02/2018 06h51

Paris, 26 fev (EFE).- Jean-Marie Le Pen, líder histórico da extrema direita francesa, afirmou nesta segunda-feira que desistiu de uma nova batalha contra sua filha Marine no congresso da Frente Nacional (FN) que será realizada nos dias 10 e 11 de março em Lille, ao contrário do que ele mesmo tinha anunciado.

Em entrevista à emissora "RTL", Le Pen explicou que não irá a Lille porque não quer ser "cúmplice" da operação antecipada pelo secretário-geral da FN, Steeve Briois, que tinha dito que utilizaria a força para impedir sua entrada no congresso com o argumento de que foi expulso do partido.

No início de mês, o Tribunal de Apelação de Versalhes confirmou a exclusão de Jean-Marie Le Pen do partido, embora tenha mantido seu status de presidente de honra, que sua filha tem intenção de suprimir.

O congresso de Lille, segundo os planos da sua atual presidente e filha do fundador - com o qual está em conflito aberto -, deve marcar uma inflexão na história da legenda e terminar com um processo de consulta para mudar de nome.

Jean-Marie Le Pen disse que está "infinitamente triste por esta Frente Nacional", em particular pelas "milhares e milhares de pessoas que fizeram muitos sacrifícios e deram muito deles mesmos, que suscitaram muitas esperanças".

"Infelizmente, essa aventura me parece que está comprometida pela vontade de Marine Le Pen", acrescentou.

O veterano político de 89 anos, que deixou as rédeas do partido nas mãos da sua filha em 2011, afirmou hoje que não fala com ela e que sua exclusão é "uma grande injustiça".

Internacional