Partido de Merkel aprova pacto de governo com social-democratas

Berlim, 26 fev (EFE).- A União Democrata-Cristã (CDU), partido presidido pela chanceler da Alemanha, Angela Merkel, aprovou nesta segunda-feira o pacto firmado com o Partido Social-Democrata (SPD) para formar outra grande coalizão de governo.

O congresso federal do CDU, realizado hoje em Berlim, respaldou por uma ampla maioria o pacto, que agora depende da consulta vinculativa entre os quase meio milhão de filiados ao SPD, cujos resultados serão divulgados no próximo domingo.

A votação, a mãos levantadas, aconteceu após o discurso de Merkel, que ratificou seu compromisso com o relançamento da Europa e com a necessidade de dar "uma nova dinâmica" à Alemanha, e para isso é preciso conseguir a formação de "um governo estável".

A chanceler reconheceu, em tom autocrítico, que os resultados obtidos por seu bloco conservador nas eleições gerais de setembro do ano passado não foram os esperados.

"Não podemos ficar na decepção diante desses resultados, mas devemos pensar em por que isso ocorreu", acrescentou.

Merkel ressaltou a necessidade de recuperar a confiança dos cidadãos e lançou um chamado a favor da renovação do partido, tarefa que corresponderá à nova secretária-geral do partido, Annegret Kramp-Karrenbauer.

Annegret, chefe do governo do estado federado do Sarre, é apelidada no país como "mini Merkel", pelo alto grau de afinidade com a chanceler e porque sua nomeação, na semana passada, foi interpretada como um sinal para a sucessão da líder.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos