EUA impõem sanções a sete grupos filiados ao Estado Islâmico

Washington, 27 fev (EFE).- O governo dos Estados Unidos impôs nesta terça-feira sanções a sete grupos filiados à organização terrorista jihadista Estado Islâmico (EI) na África Ocidental, Filipinas, Bangladesh, Tunísia, Somália e Egito.

O Departamento de Estado incluiu os sete grupos na lista de terroristas globais de designação especial e os da África Ocidental, Filipinas e Bangladesh também na lista de organizações terroristas internacionais.

Os cidadãos americanos ficam proibidos de realizar qualquer transação com qualquer um dos sete grupos, cujas propriedades e negócios nos Estados Unidos foram bloqueados.

Além disso, no caso dos incluídos na lista de organizações terroristas internacionais, constitui crime proporcionar ou tentar proporcionar material e apoio a esses grupos, indicou o Departamento de Estado em comunicado.

Os membros estrangeiros desses três grupos incorporados a ambas as listas não poderão entrar nos Estados Unidos e, em certas circunstâncias, estarão sujeitos à deportação se estiverem no país.

"Estas designações têm como alvo grupos importantes filiados ao EI e a líderes fora do fracassado califado no Iraque e na Síria", afirmou o coordenador da luta antiterrorista do Departamento de Estado, Nathan Sales.

"As ações que tomamos hoje são um passo crucial para degradar a rede global do Estado Islâmico e impedir aos filiados o acesso aos recursos que necessitam para planejar e levar adiante ataques terroristas", acrescentou, segundo a nota do governo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos