Onda de frio deixa pelo menos oito mortos na República Tcheca

Praga, 1 mar (EFE).- Pelo menos oito pessoas morreram de hipotermia nos últimos dias na República Tcheca por causa do frio, informaram nesta quinta-feira os meios de comunicação locais.

A maioria das mortes ocorreu na região de Morávia-Silésia, no nordeste do país, aponta o portal de notícias "Novinky".

Em Bocanice, ao noroeste, onde as temperaturas ontem caíram para -20 graus, um casal de idade avançada não resistiu ao frio, da mesma forma que outro homem de 54 anos que foi achado sem vida junto à escada de sua casa em Karvina.

Em As, no oeste do país, também foi encontrado morto ontem em um edifício desabitado um homem de 44 anos.

Em Praga, os serviços de auxílio socorreram ontem outro homem sem teto que morreu por hipotermia.

Em Ostrava, principal cidade do nordeste, foram achados congelados, entre o fim-de-semana e segunda-feira, dois homens e uma mulher sem teto.

Além destas vítimas, o frio pôde ter sido a causa da morte de outro homem em Karlovy Vary, mas exames revelarão as reais causas.

As temperaturas mais baixas do país foram registradas nos Montes Metálicos do noroeste, onde o termômetro chegou a -25,2 graus.

Em vários pontos do país houve recordes de baixas temperaturas, como nas montanhas de Beskydy do nordeste, com -21 graus.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos