Soldados turcos morrem em confronto e emboscada em Afrin, segundo ativistas

Beirute, 2 mar (EFE).- Pelo menos 15 soldados turcos morreram ontem à noite em combates e em uma emboscada na região de Afrin, no norte da Síria e controlado pela milícia curda Unidades de Proteção do Povo (YPG), informou nesta sexta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

O diretor do Observatório, Rami Abdul Rahman, disse à Agência Efe por telefone que os militares turcos morreram durante confrontos contra as YPG nas áreas de Rayu e Yindiris, nesse enclave do noroeste da província síria de Aleppo.

Desde o dia 20 de janeiro, a Turquia e facções rebeldes sírias pró-Ancara realizam uma ofensiva em Afrin, controlado pelas YPG, consideradas terroristas pelo Governo turco pelos seus vínculos com a guerrilha curda presente no seu território, o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos