Acusado de corrupção, ex-presidente sul-coreano comparece à Promotoria

Seul, 14 mar (EFE).- O ex-presidente da Coreia do Sul, Lee Myung-bak, se apresentou nesta quarta-feira (data local) no escritório da Promotoria do distrito central de Seul para testemunhar pelas suspeitas de ter recebido mais de US$ 10 milhões em propinas, quando estava no poder entre os anos de 2009 a 2013.

Entre um forte dispositivo de segurança e diante da presença de uma multidão de jornalistas, o ex-presidente conservador fez uma breve declaração se desculpando por "gerar preocupação" no povo sul-coreano antes de entrar nas dependências do tribunal.

A promotoria suspeita que Lee recebeu cerca de 11 bilhões de wons (cerca de US$ 10,3 milhões) em propinas procedentes de instituições que vão desde o Serviço Nacional de Inteligência (NIS) à todo-poderosa empresa de tecnologia Samsung.

Também acredita-se que esteja envolvido em uma série de irregularidades relacionadas com o fabricante peças automotivas Das, controlada pelo seu irmão, Lee Sang-eun, e que cometeu um abuso de poder ao pressionar o escritório da presidência e o Ministério das Relações Exteriores para que esta empresa pudesse recuperar uma série de fundos investidos nos Estados Unidos.

Lee negou todas as acusações e denunciou que a investigação é na realidade uma vingança política liderada pelo atual governo do liberal Moon Jae-in.

Trata-se do quinto ex-presidente sul-coreano que é convocado para prestar depoimento na Promotoria e faz isso com a lembrança ainda viva do processo da sua sucessora, a também conservadora Park Geun-hye.

No ano passado, Park se tornou no primeiro chefe de Estado em democracia em ser destituído por corrupção e sua sentença deve sair nas próximas semanas, depois que os promotores pediram 30 anos de prisão para ela.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos