PUBLICIDADE
Topo

Italiano é detido em posse de material para fabricar explosivos

15/03/2018 08h07

Roma, 15 mar (EFE).- Um italiano de 24 anos foi detido em Viterbo, no centro da Itália, após uma informação facilitada pelo FBI, que apontou que o homem possuía material para fabricar artefatos explosivos, informou nesta quinta-feira a polícia italiana em comunicado.

A detenção ocorreu na segunda-feira após uma investigação que começou por uma indicação do FBI depois que o detido fez comentários a favor de Sayfullo Saipov, o extremista islâmico que em 31 de outubro do ano passado atropelou e assassinou oito pessoas que circulavam em um pista de bicicletas em Nova York.

Os investigadores do departamento antiterrorista da polícia italiana mantiveram sob observação informática a pessoa denunciada até que decidiram revistar o apartamento.

No local foram achados "vários objetos para a fabricação de artefatos explosivos artesanais e um cilindro que continha pó que terá que ser analisado, além de um fuzil e duas pistolas de ar comprimido", acrescenta o comunicado.

Por enquanto, as acusações contra o jovem, do qual não foram revelados mais dados, são os de "fabricação e posse de material explosivo" enquanto seguem as investigações.