Erdogan e Putin inauguram obras da primeira usina nuclear da Turquia

Ancara, 3 abr (EFE).- Os presidentes da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, e da Rússia, Vladimir Putin, participaram nesta terça-feira da cerimônia de início das obras da primeira usina nuclear turca, que deve entrar em funcionamento a partir de 2023.

Os dois presidentes realizaram discursos durante um encontro em Ancara, sem visitar pessoalmente o local onde a usina será construída, na província de Mersin, no sul do país.

A empresa russa Rosatom é responsável pelo projeto da usina. O acordo firmado entre os países previa que até 40% da obra podia ser feita por companhias turcas, mas não houve interessados.

"Acertamos com Erdogan inaugurar a primeira unidade em 2023, centenário da República da Turquia", disse Putin durante a cerimônia, transmitida ao vivo pelas emissoras do país.

"É um passo novo no desenvolvimento econômico da Turquia. Nosso projeto será muito seguro e respeitará o meio ambiente. Produzirá energia barata e limpa. Fornecerá à Turquia 10% de sua eletricidade" completou o presidente da Rússia.

Erdogan destacou o "grande progresso" nas relações entre os dois países nos últimos 15 anos e citou como exemplo o TurkStream, o gasoduto que está sendo construído ao longo do Mar Negro para levar gás russo à Turquia e ao sudeste da Europa.

"Nosso objetivo é nos tornarmos uma das dez maiores economias do mundo em 2030. E, para isso, precisamos de energia", disse Erdogan.

O presidente turco também afirmou que decidiu ampliar a cooperação com a Rússia em assuntos regionais, uma aparente referência à cúpula que será realizada amanhã entre Erdogan, Putin e o presidente do Irã, Hassan Rohani, sobre o conflito na Síria.

Após os discursos, Putin e Erdogan apertaram um botão que deu início ao lançamento de fogos de artifício sobre o local das obras, onde estava o ministro de Desenvolvimento da Turquia, Lüfti Elvan.

A usina, que terá quatro reatores, foi alvo de protestos de movimentos ambientalistas, que alertam, entre outras coisas, que a estrutura será erguida sobre uma falha geológica que provoca terremotos frequentes no país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos