Homem é morto por Exército israelense em possível tentativa de atropelamento

Jerusalém, 3 abr (EFE).- O Exército de Israel matou um motorista esta manhã em Giti Avisar, perto do assentamento judaico de Ariel, no território palestino ocupado da Cisjordânia, depois que ele bateu com seu carro contra uma ponto de ônibus e tentou escapar, confirmou à Agência Efe uma porta-voz militar.

"O motorista tentou fugir e as Forças de Defesa de Israel presentes atiraram", afirmou a porta-voz, que não confirmou nenhum detalhe sobre a identidade do homem nem se este era palestino.

Segundo o Exército israelense, o suspeito foi internado para receber tratamento médico e morreu pouco depois devido a seus ferimentos.

"Sua identidade e outros detalhes do incidente estão sendo investigados", acrescentou a porta-voz militar.

Fotos divulgadas por veículos de imprensa palestinos mostram o veículo batido contra balizas de concreto com cerca de um metro de altura que protegiam o ponto de ônibus, por isso que, se se tratar de uma tentativa de ataque, o impacto só teria ferido alguma pessoa se esta estivesse fora da área protegida da parada de ônibus.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos