Putin classifica as últimas eleições como as mais limpas da história

Moscou, 3 abr (EFE).- O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta terça-feira que as eleições nas quais foi reeleito no dia 18 de março com mais de 76% dos votos foram as "mais transparentes e limpas na história do país".

"Como já disseram muitos, foram certamente as eleições mais transparentes e limpas na história do nosso país", disse Putin ao se reunir com a chefe do Comitê Eleitoral Central (CEC), Ela Panfilova.

Por sua vez, a máxima responsável da autoridade eleitoral afirmou que quase 90% dos cidadãos russos confiam na clareza do último pleito.

"Depois das eleições tem sido feito pesquisas e 88% dos cidadãos mostraram confiança nos resultados das presidenciais", disse Panfilova.

Os observadores da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (Osce), no entanto, denunciaram ausência real de concorrência no processo eleitoral, com uma arrasadora presença de Putin e impedimentos à oposição.

Ao mesmo tempo, a Osce admitiu que "do ponto de vista formal e administrativo, as eleições se desenvolveram razoavelmente bem em uma grande porcentagem das zonas eleitorais".

Putin obteve uma vitória histórica graças ao apoio de mais de 56 milhões de cidadãos, superando em 10,5 milhões os votos recebidos em 2012 (45,6 milhões), quando retornou ao Kremlin após quatro anos como primeiro-ministro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos