Rajoy ressalta "império da lei" após decisão alemã sobre Puigdemont

Argel, 3 abr (EFE).- O presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, ressaltou nesta terça-feira a defesa do "império da lei" em toda a União Europeia após a Procuradoria alemã solicitar a continuidade do processo de extradição do ex-presidente catalão Carles Puigdemont.

Rajoy se referiu assim à decisão que pediu a tramitação da extradição de Puigdemont pelos crimes de rebelião e desvio de verbas públicas, na entrevista coletiva oferecida em Argel pela ocasião da VII cúpula bilateral com o primeiro-ministro da Argélia, Ahmed Ouyahia.

O chefe do Executivo espanhol explicou que não faz juízos de valor sobre decisões judiciais, mas ressaltou que a Europa não é só um espaço econômico, mas também "um espaço moral e democrático de países que respeitam os direitos humanos, o império da lei, o estado de direito e a separação de poderes".

Puigdemont, foragido da justiça espanhola desde outubro do ano passado, está detido na Alemanha desde o último dia 25 de março, após entrar em território alemão pelo estado federado de Schleswig-Holstein, fronteiriço com a Dinamarca.

A justiça espanhola reivindica Puigdemont por possíveis crimes de rebelião e desvio de verbas públicas, entre outros, por sua participação no processo independentista da Catalunha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos