Topo

Trump afirma que México dissolveu caravana migratória por exigência dele

03/04/2018 15h44

Washington, 3 abr (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira que o México "dissolveu" a caravana com centenas de imigrantes centro-americanos que se dirigia esta semana ao seu país, e se vangloriou de que as autoridades mexicanas atuaram devido às suas ameaças de cancelar o tratado de livre-comércio do Nafta.

"Acabo de saber que a caravana que vinha de Honduras está se dissolvendo, e que o México fez isso", disse Trump aos jornalistas durante um almoço com os líderes dos países bálticos na Casa Branca.

"Fizeram isso porque, francamente, lhes disse que realmente tinham que fazê-lo. (Eu lhes disse que) vamos ter uma relação no Nafta, e que vamos ter que incluir segurança no Nafta", acrescentou sobre o acordo que os EUA renegociam com o México e o Canadá.

Trump está desde o último domingo preocupado com os relatórios de imprensa de que centenas de imigrantes centro-americanos, na sua grande maioria de Honduras, tinham empreendido uma viagem de um mês para os EUA em uma "caravana" organizada para estar mais protegidos.

O presidente americano exigiu no domingo ao México que reforçasse seus controles migratórios se queria que o Tratado de Livre-Comércio da América do Norte (Nafta) siga ativo, e hoje ameaçou recortar a ajuda econômica que os EUA concedem a Honduras se a caravana seguisse seu rumo.

O governo mexicano declarou ontem à noite que os participantes da "caravana" estão "sujeitos a um procedimento administrativo migratório, enquanto cerca de 400 já foram repatriados às suas nações de origem", enquanto em alguns casos lhes foi oferecido asilo.

Perguntado por que se irrita tanto com a "caravana", Trump respondeu que não fica irritado, mas "muito triste de pensar que isto possa passar aos Estados Unidos ".

"Se isto chega à nossa fronteira, as nossas leis são tão frágeis e tão patéticas que é como se não tivéssemos fronteira", criticou. EFE

llb/rsd