Topo

OPAQ se reúne em caráter de urgência a pedido da Rússia

04/04/2018 07h40

Haia, 4 abr (EFE).- A Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) se reuniu nesta quarta-feira em caráter de urgência na cidade de Haia, em um encontro convocado pela Rússia para tratar a questão do envenenamento do ex-espião russo Sergei Skripal e sua filha Yulia.

Um porta-voz da OPAQ confirmou à Agência Efe que a reunião, que ocorre exatamente um mês depois do envenenamento de Skripal, começou às 10h local (5h, em Brasília) no edifício da sede da organização, em Haia.

O encontro, no qual participam os representantes de todos os membros da OPAQ, incluído o Reino Unido, é de caráter confidencial.

Skripal, de 66 anos e sua filha de 33 foram envenenados em 4 de março em Salisbury (Inglaterra) após serem expostos a uma substância química denominada "Novichok", que segundo Londres foi fabricada na Rússia.

O Kremlin, que nega qualquer relação com o envenenamento, sustenta que está disposto ao diálogo e à cooperação com todos os países neste assunto.