Topo

Gleisi diz que prisão de Lula "reedita tempos da ditadura "

05/04/2018 20h23

Brasília, 5 abr (EFE).- A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, afirmou nesta quinta-feira que a ordem de prisão contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva "reedita os tempos da ditadura" no Brasil.

"É uma violência sem precedentes na nossa história democrática", afirmou Gleisi em mensagem divulgada nas redes sociais, a primeira reação da direção do PT à decisão do juiz federal Sergio Moro de determinar que Lula se apresente à Polícia Federal amanhã.

O PT tinha condenado mais cedo o resultado do julgamento de um habeas corpus preventivo ontem no Supremo Tribunal Federal (STF) e depois foi pego de surpresa pela decisão que intima Lula a se apresentar em Curitiba até às 17h de amanhã.

Gleisi afirmou que Moro é um "juiz armado de ódio e rancor, sem provas e com um processo sem crime". Além disso, a senadora destacou que a prisão de Lula é política, que reedita a ditadura.

A presidente do PT também convocou a militância do partido a participar de um ato convocado para hoje mesmo na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo.

O ato, inicialmente convocado para amanhã, uma hora depois do prazo concedido por Moro a Lula para se entregar, foi antecipado assim que a prisão do ex-presidente foi decretada.