Lula ficará em cela especial e isolado de outros presos por segurança

Rio de Janeiro, 5 abr (EFE).- O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, contra quem foi expedida uma ordem de prisão nesta quinta-feira, será colocado em uma cela especial em Curitiba e isolado de outros presos por segurança.

A exigência foi feita pelo próprio juiz Sergio Moro, no despacho em que deu a Lula um prazo de 24 horas para que se entregue na sede da Superintendência da Polícia Federal na capital paranaense, onde terá que cumprir sua pena.

"Em razão da dignidade do cargo ocupado, foi previamente preparada uma sala reservada, espécie de Sala de Estado Maior, na própria Superintendência da Polícia Federal, para o início do cumprimento da pena, e na qual o ex-presidente ficará separado dos demais presos, sem qualquer risco para a integridade moral ou física", escreveu Moro em seu despacho.

A decisão evita que Lula seja conduzido a um presídio comum em Curitiba como outros condenados na Operação Lava Jato.

O juiz também determinou que os detalhes da entrega sejam estipulados pela defesa do ex-presidente e os responsáveis da PF em Curitiba e que em nenhuma hipótese sejam utilizadas algemas para detê-lo.

A decisão de Moro é divulgada menos de um dia depois de o Supremo Tribunal Federal negar ao ex-presidente um habeas corpus com o qual pretendia evitar sua prisão antes de esgotar todas as apelações em instâncias superiores.

Moro havia condenado Lula a nove anos de prisão por corrupção passiva e lavagem dinheiro, uma pena que foi ratificada e ampliada para 12 anos e um mês pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, com sede em Porto Alegre.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos