Topo

Vencedor do último Nobel de Medicina é assaltado em Buenos Aires

05/04/2018 18h49

Buenos Aires, 5 abr (EFE).- O americano Michael Rosbash, último vencedor do Prêmio Nobel de Medicina, foi assaltado nesta quinta-feira em Buenos Aires por três pessoas, enquanto se transferia em um carro para uma cerimônia na qual iria receber um doutorado Honoris Causa, segundo informou a faculdade de Ciências Exatas e Naturais, que lhe outorgou o título.

As vítimas do roubo, Rosbash - de 74 anos - e um professor argentino que lhe acompanhava até a Cidade Universitária da capital argentina, não ficaram feridos, segundo indicou a faculdade em comunicado de imprensa.

Os assaltantes, que utilizaram duas motocicletas para cometer o crime, ameaçaram os cientistas com uma arma, quebraram uma das janelas traseiras do automóvel e fugiram após levar diversos objetos pessoais de ambos.

A cerimônia na qual o pesquisador será agraciado foi reprogramada para algumas horas depois.

"Ainda que este fato possa ganhar dimensão destacada devido ao fato de que um dos afetados é uma figura científica da máxima hierarquia internacional, a comunidade que desenvolve suas atividades frequentes na Cidade Universitária convive diariamente com roubos, furtos e outras situações de violência", destacou o comunicado.

Por sua vez, a Faculdade de Ciências Exatas e Naturais acrescentou que a Cidade Universitária está há "vários anos" denunciando "a situação de desídia e abandono que sofre o prédio, sem obter até o momento uma resposta que permita dar uma solução satisfatória à mesma".

Em outubro do ano passado, Rosbash, natural do Missouri, se tornou um dos três americanos agraciados com o Nobel de Medicina por seus avanços no estudo do chamado "relógio biológico".