Vice-presidente do Uruguai vê problema na democracia após decisão contra Lula

Montevidéu, 6 abr (EFE).- A vice-presidente do Uruguai, Lucía Topolansky, afirmou nesta quinta-feira que "a democracia brasileira está com problemas" após a decisão do Supremo Tribunal Federal de negar um habeas corpus ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado a 12 anos de prisão.

"É uma lastima porque (o Brasil) é o país mais importante da América do Sul (...) Eu lamento pela democracia latino-americana", acrescentou em entrevista à emissora "Radio Sarandí".

Além disso, a também presidente da Câmara de Senadores do Uruguai lembrou "o avanço social, as pessoas que saíram da pobreza" e também o bom desempenho do setor industrial de São Paulo durante o governo Lula e expressou seu desejo de que "possa sair na legalidade".

"O caso brasileiro é tremendo, temos uma presidente destituída sem acusações (...) e agora um julgamento em que não há provas, há convicções, e um julgamento em que o resultado foi 6 a 5; quer dizer que houve dúvidas pelo menos. (Lula) é o melhor candidato e o que mais vinha crescendo", comentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos