Central sindical uruguaia convoca mobilização em frente à embaixada do Brasil

Montevidéu, 6 abr (EFE).- A principal central sindical do Uruguai, a PIT-CNT, propôs nesta sexta-feira a todas as organizações que a integram uma "terrível mobilização" em frente à embaixada do Brasil no Uruguai, como sinal de apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Além disso, a central definiu nesta sexta-feira as bases para a criação de um comitê em defesa da democracia no Brasil, para o qual também convocou "todas as organizações sociais e políticas" que queiram integrá-lo.

O secretário-geral da PIT-CNT, Marcelo Abdallah, foi o encarregado de anunciar estas duas medidas em reunião aberta à imprensa realizada pela central operária na sua sede de Montevidéu.

As expressões de apoio para o ex-presidente Lula estiveram presentes ao longo de todo o encontro, com cartazes em alusão à sua liberdade, assim como mensagens de apoio por parte dos oradores.

A vice-presidente uruguaia, Lucía Topolansky, participou do evento e, entre lágrimas e com a voz cortada, afirmou: "Nós presumimos que Lula é inocente. Se as presunções valem para um lado, podem valer para o outro".

Topolansky considerou que o ex-presidente brasileiro está sendo condenado "por presunção" e assegurou que o que está em jogo no país é a democracia, assim como as demais da América Latina.

A esposa do ex-presidente José Mujica afirmou que "estão fechando a passagem à presidência de Lula" e se perguntou se o PT poderia assumir o governo se vencesse as eleições mesmo sem o ex-presidente.

Consultada pela imprensa, Topolansky disse que é o seu dever, como militante política, fazer-se essa e outras perguntas.

"Se o candidato que vinha subindo nas pesquisas, que podia chegar em outubro às eleições e ganhar no primeiro turno, é tirado do páreo, mas o seu partido ganha... Essa pergunta eu tenho que fazer", argumentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos