Lula não se entrega à PF no prazo determinado por Moro em decreto de prisão

São Paulo, 6 abr (EFE).- O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não se entregou à Polícia Federal no prazo dado pelo juiz federal Sérgio Moro - às 17h de Brasília - para cumprir pena de 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro pelo caso do apartamento triplex no Guarujá (SP) e permanece na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo.

Lula, que está no local desde ontem à tarde, não revelou se vai se entregar mais tarde ou se esperará que policiais o busquem. Porta-vozes da Polícia Federal disseram que prosseguirão as negociações com a defesa do ex-presidente antes de iniciar uma operação para detê-lo.

Segundo a legislação brasileira, uma ordem de prisão só pode ser cumprida entre as 6h e as 18h de Brasília. Por isso, se Lula não se entregar, as autoridades passarão a ter um prazo de uma hora para prendê-lo. Caso não o façam nesse período, terão que esperar até segunda-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos