Topo

PF confirma que não executará ordem de prisão de Lula até sábado

06/04/2018 21h31

Curitiba, 6 abr (EFE).- A Polícia Federal confirmou à Agência Efe que não executará nesta sexta-feira, nem durante a madrugada de sábado, a ordem de prisão contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Lula está no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo, em São Paulo, desde a noite de ontem e hoje se recusou a entregar-se de maneira voluntária à Justiça, como tinha permitido o juiz federal Sergio Moro em um despacho no qual ditou sua ordem de prisão.

Essas fontes assinalaram que os agentes da Polícia Federal que já estão preparados para cumprir a ordem judicial só poderão atuar a partir da manhã do sábado, mas também não garantiram totalmente essa possibilidade.

De acordo com o vereador Eduardo Suplicy (PT), Lula está cogitando dormir novamente no sindicato esta noite e participar amanhã de uma missa em memória da sua falecida esposa, Marisa Letícia.

Fontes do PT confirmaram anteriormente que os advogados do ex-presidente negociavam sua entrega às autoridades apesar de já ter expirado o prazo previsto na ordem de prisão de Moro, que permitia a Lula entregar-se de maneira voluntária até as 17h de hoje e começar assim a cumprir sua pena.

Essa linha foi confirmada também pelo presidente da Federação Nacional dos Polícias Federais (Fenapef), Luís Antônio Boudens, que disse que "quantos menos traumas tenha a execução da ordem e quanto mais preservados sejam os participantes da ação, melhor".

Moro decretou ontem a prisão de Lula, condenado em segunda instância a cumprir 12 anos e um mês, com início em regime fechado, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro pelo caso do apartamento triplex do Guarujá, no litoral de São Paulo.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Newsletters

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero receber