Exército do Mali mata 14 presos que tentavam fugir de penitenciária

Bamaco, 7 abr (EFE).- As Forças Armadas do Mali informaram que 14 presos foram mortos na última sexta-feira durante uma fracassada tentativa de fuga da penitenciária de Diora, localizada na região central do país.

O Exército se limitou a dizer que os reclusos morreram "em uma tentativa de fuga", sem mais detalhes, e acrescentou que foi aberta uma investigação sobre os fatos, em comunicado divulgado na noite anterior.

As vítimas são supostos jihadistas que tinham sido detidos pelo Exército malinês em distintas operações no centro do país.

Nesta semana, um relatório da Anistia Internacional acusou as Forças Armadas malinesas de realizarem "execuções extrajudiciais" e "detenções arbitrárias", além de outros abusos contra a população civil, tudo supostamente justificado com a luta antiterrorista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos