Colégios eleitorais abrem para eleições parlamentares na Hungria

Budapeste, 8 abr (EFE).- Começaram neste domingo às 6h (horário local, 1h em Brasília) as eleições na Hungria, nas quais cerca de oito milhões de cidadãos com direito a voto foram convocados a escolher os 199 deputados do Parlamento do país.

O grande favorito é o controverso primeiro-ministro, o conservador nacionalista Viktor Orban, com seu partido Fidez, que segundo as pesquisas poderia chegar a 45% dos votos, o que poderia ser suficiente para uma maioria absoluta de assentos no Parlamento

A campanha eleitoral foi marcada pelas mensagens populistas e alarmistas do Governo sobre os perigos de uma possível onda migratória de muçulmanos ao país, enquanto um jornal opositor revelou nos últimos dias vários supostos escândalos de corrupção no entorno mais próximo de Orban.

Os eleitores emitem hoje dois votos: um nos candidatos das 106 circunscrições do país e outro nas listas fechadas dos partidos, com a qual se elegem outros 63 deputados do Parlamento unicameral.

Os 10.285 colégios eleitorais ficarão abertos até as 17h GMT (14h de Brasília), quando começará a apuração dos votos

Espera-se que o Escritório Nacional Eleitoral da Hungria publique os primeiros resultados oficiais no final da noite (horário local). EFE

mn/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos