Cuba expressa apoio a Lula e denuncia "encarceramento com fins políticos"

Havana, 8 abr (EFE).- O governo de Cuba denunciou o "encarceramento com fins políticos" do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, fato "gravíssimo" que busca impedir a candidatura do petista à presidência, segundo comunicado divulgado pelo Ministério das Relações Exteriores cubano.

"O Ministério de Relações Exteriores da República de Cuba denuncia o encarceramento com fins políticos do companheiro Luiz Inácio Lula da Silva, que constitui um fato gravíssimo ao tentar impedir que o líder mais popular do Brasil seja candidato à presidência desse país", informou a pasta.

"Lula é vítima de uma injusta perseguição política, judicial e mediática, que tem o propósito de criminalizar a um líder emblemático da Nossa América e às forças políticas e sociais que empreenderam o caminho rumo a um Brasil mais justo", diz a nota.

O ex-governante se entregou no sábado à Polícia Federal para cumprir a pena de 12 anos e um mês de prisão à qual foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro. Antes, em discurso a apoiadores, prometeu lutar "em todas as instâncias" para provar a inocência.

"Prendendo Lula busca-se reverter os progressos e conquistas sociais dos governos do Partido dos Trabalhadores (PT), entre eles o fato de ter tirado da pobreza milhões de brasileiros", comentou o governo cubano.

O comunicado ainda garante que "ao companheiro Lula e ao povo brasileiro não faltará o apoio de governos, organizações, forças políticas e movimentos sociais em numerosos países de todas as regiões".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos