Topo

EUA negam ter bombardeado aeroporto na província síria de Homs

09/04/2018 02h30

Washington, 9 abr (EFE).- Os Estados Unidos negaram nesta segunda-feira ter bombardeado o aeroporto militar de Taifur, situado na província síria de Homs, horas depois de um suposto ataque químico realizado ontem supostamente pelo Exército sírio na cidade de Duma, em Goutha Oriental, que causou dezenas de mortos.

"Neste momento, o Departamento de Defesa não está realizando ataques aéreos na Síria", disse o Pentágono em comunicado difundido por veículos de imprensa locais.

"No entanto, seguimos observando de perto a situação e apoiamos os esforços diplomáticos em curso para fazer com que os que usam armas químicas, na Síria e outros lugares, prestem contas", segundo a breve nota difundida pela Defesa.

A agência oficial síria de notícias "SANA" informou hoje que várias pessoas tinham morrido ou ficado feridas em um ataque com mísseis contra o aeroporto militar de Taifur.

A agência, que não deu o número exato de vítimas, acrescentou que, no total, oito mísseis foram lançados contra estas instalações militares, sem detalhar a origem do ataque.