Merkel e Putin falam sobre Ucrânia e conflito sírio

Berlim, 9 abr (EFE).- A chanceler alemã, Angela Merkel, manteve nesta segunda-feira uma conversa telefônica com o presidente russo, Vladimir Putin, centrada na crise do leste da Ucrânia e na qual foi abordado também o conflito sírio, informou o Governo de Berlim.

O tema principal foi a implementação do acordo de Minsk para o fim das hostilidades e uma possível missão da ONU em Donbass (como é denominada em conjunto as províncias separatistas de Donetsk e Lugansk), bem como as relações entre a Rússia e a Ucrânia no que se refere às provisões de gás.

Os dois políticos concordaram que o acordo de Minsk deve ser aplicado o mais rápido possível, sobretudo no que diz respeito ao cessar-fogo e à troca de prisioneiros.

Merkel e Putin também sublinharam a importância de continuar trabalhando no chamado "quarteto de Normandia", no qual participam Rússia, Ucrânia, Alemanha e França.

Na conversa, foi abordado, além disso, o conflito sírio e Merkel condenou o suposto uso de armas químicas no reduto opositor de Duma, nos arredores de Damasco.

Previamente, o porta-voz do Governo alemão, Steffen Seibert, tinha condenado o ocorrido em Duma e tinha dito que havia muitos indícios que apontavam para uma responsabilidade do regime sírio nesses fatos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos