Uruguaio de 90 anos mata esposa de 96 e alega que foi a pedido dela

Montevidéu, 9 abr (EFE).- Um homem de 90 anos matou com um tiro sua esposa de 96, no Uruguai, e alegou que o fez a pedido dela, disse nesta segunda-feira à Agência Efe o promotor do caso, Juan Gómez.

Conforme ele declarou à Justiça uruguaia, a mulher havia lhe pedido mais de uma vez para matá-la porque não suportava as dificuldades para caminhar. Após fazer o disparo fatal, o idoso ligou para a polícia para se entregar. O caso aconteceu no bairro Villa García, no nordeste de Montevidéu.

Gómez afirmou que será feita uma avaliação psicológica do idoso para determinar sua saúde mental e continuar com a investigação.

Além disso, o promotor explicou que o assassinato não será catalogado a princípio como feminicídio, porque não há nenhum histórico de maus-tratos sofridos pela mulher.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos