Topo

Indicado de Trump pede conselhos a Hillary sobre o Departamento de Estado

10/04/2018 13h55

Washington, 10 abr (EFE).- Indicado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para comandar o Departamento de Estado, Mike Pompeo conversou com a democrata Hillary Clinton, que ocupou o cargo entre 2009 e 2013, para pedir conselhos.

Hillary, derrotada por Trump nas eleições presidenciais de 2016, recomendou que Pompeo tente evitar a saída de mais diplomatas de carreira do Departamento de Estado, um problema enfrentado por seu sucessor, Rex Tillerson, segundo o site "Politico".

Pompeo, que ainda segue como diretor da Agência Central de Inteligência (CIA), criticou Hillary no passado pela fraqueza da então secretária de Estado ao lidar com o islamismo radical e pela gestão do atentado contra o consulado americano de Benghazi.

Trump indicou Pompeo para o Departamento de Estado no mesmo tweet que anunciou a demissão de Tillerson. No entanto, o ainda diretor da CIA, conhecido por pensar de forma parecida ao presidente, precisa passar por um processo de confirmação no Senado.

Alguns senadores republicanos veem a sintonia entre os dois como um problema. Em um momento complicado como um atual, de elevação das tensões com a Coreia do Norte e com o Irã, eles consideram adequado que o secretário de Estado possa ser contraponto ao presidente.

Por esse motivo, segundo o "Politico", Pompeo entrou em contato com todos os ex-secretários de Estado ainda vivos para obter conselhos visando a audiência de confirmação no Senado, que ainda não tem data marcada para ocorrer.