Ministro diz que perícia de fotos de jornalistas sequestrados é inconclusiva

Quito, 12 abr (EFE).- O ministro do Interior do Equador, César Navas, disse nesta quinta-feira que os resultados das primeiras análises das fotos dos corpos que seriam dos três profissionais do jornal "El Comércio" sequestrados na fronteira com a Colômbia não foram conclusivas e que o trabalho continuará nas próximas horas.

"Conversamos com as autoridades da Colômbia que também realizaram uma análise e fizeram uma perícia das fotografias. Elas também não foram conclusivas", disse Navas em entrevista coletiva realizada na sede do Sistema Integrado de Segurança, em Quito.

Vários membros do governo do Equador estão analisando as fotos que seriam dos corpos dos jornalistas do "El Comércio" sequestrados no último dia 26 de março, na fronteira com a Colômbia. As imagens foram obtidas pela emissora "RCN Notícias", que as enviou às autoridades dos dois países.

O presidente do Equador, Lenin Moreno, decidiu voltar para o país após a divulgação das imagens. Ele estava em Lima, capital do Peru, para participar da VIII Cúpula das Américas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos